Primeiro escritório com Certificação WELL no país será apresentado na Greenbuilding Brasil 2016

Segue abaixo a entrevista que a StraubJunqueira deu antes da palestra do primeiro case WELL do Brasil no Expo GBC Brasil 2016.

Clique no LINK ou confira na íntegra abaixo!

Primeiro escritório com Certificação WELL no país será apresentado na Greenbuilding Brasil 2016

 

Imagine um ambiente em que luz, água, temperatura interna e até o incentivo à prática de atividades físicas possam ser monitorados e revertidos em saúde, bem estar e produtividade? Parece lógico pensar que, se uma pessoa adulta passa grande parte do tempo de vida no trabalho, esse conceito já esteja presente nos locais de emprego. Na realidade, porém, ainda não está.

O primeiro escritório no Brasil em processo final para atendimento da Certificação WELL, documento que atesta o comprometimento de um empreendimento com a busca por um estilo de vida mais saudável para seus colaboradores, será apresentado durante a Greenbuilding Brasil 2016 Conferência Internacional e Expo. O evento é a maior feira da construção sustentável da América Latina e será realizado em São Paulo, entre os dias 9 e 11 de agosto.
Uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde em 2013 constatou que problemas relacionados à saúde e bem estar são responsáveis pelo desconforto dos colaboradores em suas atividades. A OMS registrou que mais de 21% dos motivos de afastamento do trabalho em todo o mundo ocorriam por dores no sistema esquelético e muscular, 22,7% estavam associados a desordens mentais ou de comportamento e 6,3%, a problemas respiratórios crônicos.
Foi pensando nisso que nasceu a certificação WELL. E o primeiro empreendimento em processo de certificação no país é o escritório da SETRI com 50m², situado em São Paulo, que passou por adequações físicas e comportamentais para elevar o bem-estar, a produtividade, a qualidade de vida e a saúde dos colaboradores através de melhorias no ambiente. Todas as mudanças necessárias em termos de melhorias na qualidade do ar, da água e de outros elementos necessárias para a obtenção da certificação já foram implantadas. O relatório da auditoria também está na sua versão final. O único item que falta para que a SETRI seja a primeira empresa certificada WELL no Brasil é a inspeção in loco.
A Certificação WELL é administrada pelo International WELL Building Institute™ (IWBI)  e está baseada no monitoramento dos impactos dos empreendimentos na saúde e bem-estar de seus trabalhadores, considerando ainda aspectos de sustentabilidade eco-ambiental desses espaços. “O investimento não é alto, não chega a 5% a mais do que o de uma obra comum, principalmente se o empreendimento seguir outras certificações ambientais, como o LEED, por exemplo. Mas mesmo para projetos existentes, como esse que fizemos em São Paulo, o custo também é baixo e muito compensador, se comparado ao retorno financeiro estimado”, comenta Luiza Junqueira, sócia-proprietária da StraubJunqueira, empresa de consultoria responsável pela certificação do projeto, diretora do Comitê de Meio Ambiente da Comissão de Jovens Empreendedores da FIESP, e palestrante da Greenbuilding Expo 2016.
Por ser um assunto considerado novo, a Certificação WELL vem despertando interesse entre os profissionais de arquitetura e construção de todos os mercados. “Hoje, essa certificação vale para edificações e escritórios novos ou existentes, mas também há projetos pilotos para empreendimentos residenciais multifamiliares, escolas, varejo, restaurantes e cozinhas comerciais. O próximo passo é ajustar as dimensões para atender também clínicas e hospitais, espaços para atividades físicas e outros locais públicos”, conta Eduardo Straub, engenheiro civil e WELL AP, também responsável pelo projeto do escritório certificado e pela palestra no evento.
A certificação avalia sete dimensões em um projeto, que são a qualidade do ar interna da edificação, a qualidade da água fornecida para o consumo humano (e, nesse ponto, com uma minuciosa pesquisa de bactérias eventualmente presentes na água como é o caso da Legionella), cuidados com a alimentação, iluminação natural e artificial adequada, incentivo para a prática de atividades físicas, conforto do espaço, e situações que contribuam para a saúde mental dos ocupantes.
As facilidades, as dificuldades e barreiras encontradas e as lições aprendidas na aplicação do processo também farão parte da palestra, cujo objetivo será disseminar a Certificação WELL. Conforme acreditam os arquitetos, essa certificação parece ser uma nova modalidade em ascensão no promissor mercado da construção sustentável.
Uma pesquisa feita após a certificação do primeiro case WELL no mundo mostrou que 83% dos colaboradores da empresa sentiam-se mais produtivos e 100% disseram que até seus clientes haviam se interessado pela nova maneira de trabalho. 92% apontaram o novo espaço como positivo em relação ao bem-estar e à saúde, e 94% acreditavam que houve impacto positivo na performance do negócio.
www.straubjunqueira.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.