Conteúdo

EXPO REVESTIR 2017 – GREEN TALKS – REFERENCIAL GBC CASA

No dia 8/3/2017, as 11:30h, estaremos na Expo Revestir ao lado do nosso amigo e arquiteto David Ito para falarmos um pouco mais do projeto social de uma ONG que busca trazer sustentabilidade e integração para famílias refugiadas.

São 32 residências de baixo custo cujo propósito é abrigar famílias refugiadas por 6 meses, que é o tempo estimado para reinserção social. O projeto foi muito bem elaborado pela David Ito Arquitetura e conta com profissionais multidisciplinares trabalhando de forma voluntária.

Mais! O projeto, com a consultoria da StraubJunqueira, vai buscar o nível Ouro da certificação Referencial GBC Casa, que visa a construção sustentável de residências unifamiliares e condomínios residenciais verticais e horizontais.

Sendo assim, o projeto será construído de forma a:

  • Implantação – impactar positivamente no local em que o projeto está inserido. Tanto de forma ambiental quanto social;
  • Paisagismo – plantar vegetação nativa para reduzir a necessidade de irrigação e promover a biodiversidade da região;
  • Efeito Ilha de Calor – realizar estratégias de forma que o projeto não impacte no microclima local;
  • Eficiência Hídrica – utilizar tecnologias simples, porém, eficientes, para reduzir o consumo de água tanto dentro das residências como nas áreas externas;
  • Eficiência Energética – será feita simulação computacional para direcionar as estratégias e tecnologias empregadas para reduzir o consumo energético do condomínio;
  • Materiais e Recursos – durante a fase de projeto e obra, haverá um cuidado na escolha de materiais que não agridam o meio ambiente e a saúde dos usuários;
  • Gestão de Resíduos – os resíduos gerados durante a obra serão reciclados ou reutilizados. Além disso, haverá uma política para a gestão dos resíduos durante a fase de operação do projeto;
  • Radônio – será feita uma análise no terreno para verificar a existência desse gás nobre e nocivo a saúde humana;
  • Saúde – o projeto considera a questão do conforto, limpeza e controle de partículas contaminantes;
  • Acessibilidade – o projeto atenderá os requisitos da NBR 9050;
  • Social – não basta construir de forma sustentável, as pessoas que trabalham no projeto ou que residem no entorno também precisam conhecer o empreendimento e saber do porque das estratégias em construção sustentável adotadas no condomínio. Dessa forma, haverá uma preocupação em disseminar todo esse conhecimento durante as fases de construção e operação.