Conteúdo

Como melhorar a produtividade dos seus colaboradores, em 5 etapas!

 

Se ao analisar o custo do ciclo de vida de uma edificação, ou seja, desde o momento da concepção do projeto até sua demolição, e entender que de todo o dinheiro investido 2% são para as fases de projeto e construção, 6% para a fase de operação e manutenção e 92% relativos aos pagamentos de salários e encargos dos ocupantes e colaboradores, fica claro que o melhor investimento que se pode fazer é nas pessoas que ocupam e trabalham no edifício e nos escritórios. E quando se fala em investimento para colaboradores, fala-se em qualidade de vida, saúde e bem-estar. Por isso, listamos o que sua empresa pode fazer para aumentar a produtividade e melhorar o desempenho dos seus funcionários em 5 etapas.

 

ETAPA 1 – SAÚDE

Quem consegue desenvolver o seu trabalho e desempenhar o melhor da sua função com problemas de saúde? Construa, adapte ou faça melhorias nos ambientes internos do seu edifício ou escritório para promover um ambiente mais saudável para os seus colaboradores.

  • Monitore e controle a qualidade do ar dentro dos ambientes;
  • Garanta a qualidade da água entregue para consumo humano;
  • Adeque a qualidade da iluminação para atender o ritmo circadiano dos seus colaboradores;
  • Implemente políticas de alimentação saudável e atividades físicas;

 

ETAPA 2 – BEM-ESTAR

A síndrome do edifício doente (SED) é relacionada quando os ocupantes apresentam alguns sintomas ao permanecer no interior da edificação, porém, a simples saída do local já é suficiente para que os sintomas desapareçam. Promova o bem-estar dos seus colaboradores seguindo algumas estratégias como:

  • Ajuste os níveis de iluminação natural e artificial nas mesas de trabalho;
  • Faça o controle e monitoramento da umidade e temperatura interna;
  • Implemente um plano para minimizar os níveis de ruídos;
  • Evite que odores façam parte do ambiente de trabalho;
  • Promova a biofilia e beleza no local;

 

ETAPA 3 – QUALIDADE DE VIDA

Permita condições aos seus colaboradores além do simplesmente “trabalhar para viver” ou “viver para trabalhar”.

  • Crie e implemente políticas de trabalho, viagem, sono e suporte à família dos seus colaboradores;
  • Estabeleça um programa para que seus funcionários saibam administrar suas finanças;

 

 

 

ETAPA 4 – FELICIDADE

Segundo Dalai Lama, “A felicidade não é algo que vem pronto, é um resultado de suas ações”. Frase simples, forte e honesta. A felicidade é determinada por um conjunto de fatores e só conseguiremos realmente atendê-la se também tivermos atendido nossas expectativas em relação a nossa saúde, bem-estar e qualidade de vida.

  • Implemente programas para que seus colaboradores busquem seu altruísmo;
  • Crie um ambiente que desperte o sentimento de pertencimento nas pessoas;
  • Permita que seus funcionários se socializem no trabalho;

 

ETAPA 5 – ENGAJAMENTO

O engajamento também é o envolvimento e interação das pessoas em relação ao seu trabalho. E para que os seus colaboradores estejam engajados em suas funções e em relação à empresa é preciso que eles se sintam bem e estejam felizes. Além disso,

  • Evite tensões com seus colaboradores;
  • Detecte suas capacidades mais produtivas;
  • Empodere e descubra o potencial de cada um;
  • Coloque-os em posição de influência;
  • Compartilhe o sucesso da empresa;

 

Como pudemos observar nesse texto, para que realmente tenhamos um ambiente produtivo é preciso atender a todas as etapas. Pode-se por exemplo atender apenas a Etapa 1 – Saúde, porém, não espere que o desempenho dos seus colaboradores seja o mesmo de uma empresa que atende as 5 etapas.

E se todas as etapas forem atendidas, então a produtividade dos seus colaboradores no ambiente de trabalho virá através da:

  1. Redução do absenteísmo por motivos de saúde;
  2. Redução do absenteísmo por motivos familiares;
  3. Redução do presenteísmo;
  4. Redução do mau humor e comportamento;
  5. Redução do turnover e aumento da retenção de talentos;

 

Obrigado e até a próxima!

StraubJunqueira